Inquérito sobre o Orçamento Aberto 2010

A terceira avaliação de transparência orçamental, participação e fiscalização em 94 países.
OBS 2010 cover

74 dos 94 países avaliados não atendem os padrões mínimos de transparência e responsabilidade quando se avalia seus orçamentos públicos. 40 países não divulgam informações orçamentárias significativas. Somente 7 dos 94 países pesquisados divulgam informações orçamentárias completas.

Houve cerca de 20% de melhora no desempenho médio dos 40 países que foram avaliados ao longo de três Pesquisas do Orçamento Aberto consecutivas, o que é um sinal positivo. Maior transparência permite melhor supervisão, melhor acesso ao crédito, melhores escolhes de políticas e maior legitimidade. Os governos podem melhorar a transparência e a responsabilidade rapidamente e facilmente, publicando online todas as informações já produzidas, e convidando a participação da população no processo orçamentário.

Os dados revelam uma forte correlação entre a falta de transparência e de responsabilidade pública com os países que dependem intensamente das receitas de petróleo e gás, recebem quantias significativas de ajuda externa e têm governos autoritários. Ao mesmo tempo em que estas correlações existem, uma quantidade notável de exceções e resultados surpreendentes demonstra que qualquer país pode conseguir transparência e responsabilidade pública se os respectivos governos tornarem isso uma prioridade.